All for Joomla All for Webmasters
Matcon Supply
Matcon Supply
+55 11 .4513-4708 | 11.2375-9384 Seg - Sex 09:00 - 18:00 faleconosco@matconsupply.com.br
Qualificação
Produtos de Marca
Mais de 15 anos
de Brasil
Ranking 1
Matcon na Pauta
Fale Conosco

Preparação da superfície para pintura

1 A escolha da cor das paredes internas e externas bem como as texturas e fachadas é uma decisão difícil diante das inúmeras cores e tonalidades disponíveis. Depois de escolher a cor vem a curiosidade acompanhada de um pouco de ansiedade para ver o tom depois da aplicação nas paredes. Em relação a isso, vem uma questão importante: a parede está preparada para receber a pintura? Sim. A superfície das paredes devem estar preparadas para se obter o resultado desejado. Isso inclui uniformidade, sem imperfeições, pó, umidade ou até mesmo restos de tintas das pinturas anteriores. Em imóveis novos, seja casa, sobrado ou apartamento o ideal é aguardar ou esperar um prazo de 28 (vinte e oito) dias até que o emboço tenha alcançado a sua cura e esteja bem seca. Isso é importante por que as propriedades químicas da tinta reagem com as propriedades da argamassa utilizada no emboço e geram diversos problemas. 2 Em caso onde o imóvel é usado, a preparação da superfície deve mais cuidadosa para que a nova pintura dure por bastante tempo. Toda a pintura anterior bem como a massa corrida deve ser removida. Essa também é uma boa oportunidade de corrigir aqueles vazamentos, infiltrações e tratar as fissuras e mofos. Se a parede for pintada sem corrigir esses problemas a pintura será danificada ocasionando bolhas na parede. Se for necessário aplique um impermeabilizante apropriado para parede interna ou externa com a superfície lavada. Lembrando que é necessário esperar o mínimo de 6 (seis) horas até a secagem completa da superfície. Use massa corrida para corrigir irregularidades, buracos e imperfeições das paredes. Não esqueça de esperar secar por algumas horas (em torno de quatro a cinco horas) só então deve-se aplicar um selador, aguardar a secagem e para que a superfície da parede finalmente receba um fundo preparador. Vale salientar que cada material (selador, fundo preparador e a tinta) deve ser escolhido de acordo com o ambiente (interno ou externo), pois cada superfície recebe materiais e preparações diferentes. Por exemplo, geralmente os fundos preparadores são utilizados em superfície de gesso, seladores em paredes com emboços (deve ser aplicado preferencialmente em construções novas). Em relação ás tintas e massas, as tipo acrílicas podem ser usadas em paredes internas e externas. Já as tintas de PVA (a base de água) e massas corridas são usadas em superfícies internas por não serem muito resistentes como as acrílicas. Lembrando que o gesso e/ou a massa corrida são usadas para regularizar superfícies com imperfeições entre 1 (um) e 3 (três) milímetros. Em casos de trincas, fissuras e rachaduras deve- se utilizar argamassa ou gesso. Nesses casos é sempre bom pedir a ajuda de um engenheiro ou arquiteto para realizar uma vistoria prévia. As tintas antigas, o excesso e porosidade do emboço pode ser retirada com uma lixa grossa e depois uma fina. Em seguida deve-se retirar o pó com uma vassoura ou até um pano úmido. Isso evita que a pintura se danifique mais rápido. Agora que você sabe que a preparação das superfícies das paredes são importantes no processo da pintura de acabamento, não esqueça de contratar um profissional competente e de comprar materiais de qualidade.  

Mantenha-se Atualizado

Avatar
About the author

Leave a Reply

O que é Radier?
18 de março de 2019
Aditivo cristalizante de fissuras em concreto
27 de janeiro de 2019
FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
MODELOS DE FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
VANTAGENS DO CONCRETO ARMADO COM FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
LANÇAMENTO DO CONCRETO COM FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
FISSURAS, PORQUE ACONTECEM E COMO TRATÁ-LAS NO RADIER
20 de janeiro de 2019
Cura do concreto: conheça cada técnica, suas vantagens e cuidados
20 de janeiro de 2019
Sondagem do solo
20 de janeiro de 2019
Porque vibrar o concreto?
20 de janeiro de 2019