All for Joomla All for Webmasters
Matcon Supply
Matcon Supply
+55 11 .4513-4708 | 11.2375-9384 Seg - Sex 09:00 - 18:00 faleconosco@matconsupply.com.br
Qualificação
Produtos de Marca
Mais de 15 anos
de Brasil
Ranking 1
Matcon na Pauta
Fale Conosco

Cura do concreto: conheça cada técnica, suas vantagens e cuidados

“Com molhagem constante, por aspersão ou química: antes de escolher é preciso analisar o processo construtivo, a velocidade de desforma e a existência de elementos pré-moldados”

cura do concreto é um procedimento que visa retardar a evaporação da água empregada na preparação da mistura, permitindo assim a completa hidratação do cimento. Executada durante as primeiras etapas de endurecimento, a atividade pode ser realizada de diferentes maneiras, dependendo da situação.

Sua importância é prevista na ABT NBR 14931 – Execução de Estruturas de Concreto – Procedimentos.

imagem1
Cura via aspersão em laje de concreto (pryzmat/ Shutterstock.com)

INFLUÊNCIA DO AMBIENTE

Além do tipo de estrutura, o local onde está localizada a obra também tem que ser levado em consideração para escolha do método de cura, analisando a umidade relativa (UR) do ambiente, temperatura e velocidade do vento. Já na região norte do país, que tem UR anual de cerca de 95%, não é preciso aplicar nenhuma técnica de cura

DETERMINAÇÃO DO MÉTODO IDEAL

A escolha da técnica mais apropriada de cura passa ainda pela análise do processo construtivo, verificando a velocidade de desforma e a existência de elementos pré-moldados. O custo e a disponibilidade local de ferramentas também precisam fazer parte da equação, assim como eventuais interferências futuras que o método de cura pode causar nas demais atividades que ocorrem no canteiro.”

Fonte: AECweb / e-Construmarket

As curas mais comuns são:

  • Cura com molhagem constante;
  • Química;


CURA COM MOLHAGEM CONSTANTE

Na cura com molhagem constante ou simplesmente cura úmida, a peça de concreto precisa estar saturada de água, ou seja, em contato constante com um filme de água, até que atinja pelo menos 15 Mpa (normalmente 7 dias).

Para que a cura seja eficiente, é necessário manter a superfície do concreto sempre molhada, então é muito usual utilizar mantas que conseguem reter a água por mais tempo em contato com o concreto.

Infelizmente, é muito comum nos canteiros de obra molharem a superfície do concreto utilizando-se de mangueiras para lançar a água, até aqui tudo bem, porém fazem esse processo de molhagem do concreto logo após a concretagem, e muitas vezes não voltam para continuar hidratando e saturando o concreto com água. Molhar o concreto após o término de concretagem nem de longe é um processo de cura. Essa desatenção e descumprimentos das normas e boas práticas acarretam em problemas visuais nas peças acabadas, com o surgimento de fissuras e em casos mais extremos trincas estruturais.

CURA QUÍMICA

cura química pode ser uma solução muito interessante para os problemas relacionados a falta de processo para executar corretamente a cura úmida do concreto.

Diferente da cura úmida, a cura química consiste na aplicação de agentes de cura, por aspersão, que impedem a evaporação da água.

É uma excelente solução para garantir o processo de cura do concreto, porém alguns produtos criam um filme na superfície das peças acabadas, podendo dificultar ou prejudicar a aderência de revestimentos, chapiscos, contrapisos, pinturas e argamassas colantes.

Todavia, existem no mercado produtos específicos para essa finalidade, que preservam os perfis de ancoragem, facilitando a aderências dos revestimentos e/ou pinturas.

Rodrigo Melo, Érico
About the author

CEO na Matcon Produtos para Construção, especialista em otimização de processos e focado na solução de problemas dos clientes. Mecânico pela ETEC, graduado em Administração de Empesas e especialização em MKT pela Universidade Metodista de São Paulo e MBA em Gestão Financeira e Mercado de Capitais pela FGV.

Leave a Reply

O que é Radier?
18 de março de 2019
Aditivo cristalizante de fissuras em concreto
27 de janeiro de 2019
FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
MODELOS DE FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
VANTAGENS DO CONCRETO ARMADO COM FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
LANÇAMENTO DO CONCRETO COM FIBRAS DE AÇO
20 de janeiro de 2019
FISSURAS, PORQUE ACONTECEM E COMO TRATÁ-LAS NO RADIER
20 de janeiro de 2019
Sondagem do solo
20 de janeiro de 2019
Porque vibrar o concreto?
20 de janeiro de 2019
Relatório Fotográfico – O Concrety tem uma boa solução para gestão de sua obra.
21 de fevereiro de 2018